Supers RPG em 3D&T
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Zephyrus, o Senhor dos Ventos

Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 2242
Data de inscrição : 07/11/2015

MensagemAssunto: Zephyrus, o Senhor dos Ventos   Ter 30 Jan 2018 - 23:37

A ORIGEM DO SENHOR DOS VENTOS


A evolução das espécies é inevitável, a arte de sobreviver garante que cada ser vivo seja capaz de se mostrar um vencedor, adaptado ao meio e como prêmio garantir um lugar no futuro para seus descendentes. Durante eras evoluções aconteciam lentamente, passando despercebidas pelos seres afetados, até que uma espécie adquiriu o poder da consciência.
Os humanos usaram essa habilidade até então única para ascender, e se adaptar até atingirem o posto máximo de povo da Terra. Por anos sociedades foram formadas, cidades, reinos surgiam e caiam, enquanto humanos guerreando contra humanos, em nome de seus reis.
Mas um dia isso mudou, quando a evolução deu uma passo gigantesco em um intervalo de tempo minúsculo. Por um acaso, nos desertos do mundo, nasceu uma nova espécie, uma criatura única com algo que nenhum humano jamais teve, um poder, uma habilidade única vinda de nascimento, um novo indivíduo de uma nova espécie.

Esse indivíduo cresceu, se tornou adulto e seus poderes garantiram que eles fosse visto como um deus. Sua superioridade perante os homens fez com que o indivíduo conseguisse seguidores, até chegar o momento em que se tornou um deus-rei de seu povo, um ser poderoso regendo uma massa gigantesca de servos comuns. O então deus-rei teria reinado absoluto em seu tempo, até sua queda milhares de anos atrás. As circunstâncias de sua era foram perdidas com o tempo, e hoje é mais uma lenda perdida entre os livros  de história.
Mas há quem diga que de tempos em tempos surge alguém curioso o suficiente para desenterrar uma lenda. E assim aconteceu, um mago errante e ambicioso passou sua vida estudando a história do deus-rei e conseguiu rastreá-lo até o local de sua existência. Através de poderes mágicos ele conseguiu uma parte do poder do deus-homem, resolveu então trazer de volta o deus-rei, seu ritual deu errado e então com a última fagulha de poder que conseguiu, usou-a para criar um novo ser na esperança de que esse homúnculo pudesse se tornar um novo deus-rei.
O mago tinha uma visão de mundo diferente e sonhava em trazer um ser capaz de levar a humanidade a uma nova era. Pagando pela ambição o mago foi combatido por seus próprios planos, certa vez trouxe dos mortos um cavaleiro do passado e o feitiço não saiu como o planejado. O cavaleiro se mostrou insano e acabou por destruir seu laboratório e todo seu trabalho, pondo um fim ao mago.

O homúnculo conseguiu fugir dali, sua vontade de viver fez com que conseguisse se afastar do laboratório até que encontrou um mentor misterioso, dizendo ser uma divindade fez com que poderes brotassem no homúnculo e então desapareceu sem explicação deixando-o em Megacity. Adotando o nome de Zephyrus, o homúnculo passou a viver entre os humanos e aprender como se tornar um, após anos de adaptação ele se enxerga mais humano que homúnculo. Vendo crime e corrupção, decidiu não deixar que pessoas sejam feridas, Zephyrus se inspirou em outros heróis para assumir o manto de Senhor dos Ventos, um protetor da Terra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supers3dt.forumeiros.com
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 2242
Data de inscrição : 07/11/2015

MensagemAssunto: Re: Zephyrus, o Senhor dos Ventos   Qua 31 Jan 2018 - 21:46

UMA NOVA AMEAÇA: MILLENIUM




Após os acontecimentos da Terra-147, Zephyrus volta para Megacity e percebe que passaram-se meses desde que desapareceram. Seus parceiros se separam para tratar de assuntos pessoais, deixando Zephyrus livre na cidade.

O fato do senhor dos ventos ser um único, homúnculo sem um povo ou comunidade pertencente estava prestes a mudar. Olhando as notícias e se atualizando, ele percebe que um número muito grande e civis estavam despertando poderes, ou pelo menos essas pessoas estavam sendo descobertas. Os cientistas falavam em mutantes ou meta-humanos, um processo que leva um cidadão comum a ativar o que chamaram de Gene Alfa, que pode ou não desencadear habilidades especiais.
Andando pela cidade Zephyrus volta à sede, para encontrá-la sucateada e abandonada, as autoridades não só abandonaram o local, como também estavam com problemas em lidar com esses novos gene alfa. Como não há um jeito de saber quem vai ou não herdar habilidades, esses poderes caem em mãos dos mais diversos tipos de pessoas, desde crianças inocentes a marginais e malandros, e infelizmente os bandidos que conseguiram poderes foram responsáveis por mais manchetes. Agora graças aos maus mutantes, os civis temiam todos gene alfa.

A situação ficava cada vez mais tensa, e o herói dos ventos acabara de voltar, ele não tinha tempo de tentar organizar tudo e sozinho seria ainda mais difícil. Em suas patrulhas pela cidade, descobriu um grupo de jovens gene alfa fugindo, ao abordá-los percebeu que todos acreditavam que o próprio Zephyrus estava ali para captura-los. Passado a confusão, um clone do senhor dos ventos aparece, esse realmente veio para capturar os jovens, mas foi impedido por Zephyrus que acobertou o grupo. Os dois conversaram brevemente, e o herói pediu para que fosse levado até o laboratório para onde o clone levaria os gene alfa.
O clone com poderes de fogo foi batizado de Agni, e leva Zephyrus até o laboratório, onde o heróis encontra diversos cientistas trabalhando com manipulação genética e experimentos com os gene alfa. Pela primeira vez ele se encontra com a líder da operação, a doutora Violet que tinha o objetivo de replicar o gene alfa em um grupo de pessoas e conduzir a humanidade a uma nova era de conquistas. Um pensamento muito similar ao do mago criador de Zephyrus, e não era à toa, a vilã revela que os pensamentos do mago criador foram revividos quando um grupo de pessoas encontrou suas anotações, apesar de não usarem magia conseguiram substituir muitas etapas mágicas com tecnologia e ciência, e mesmo sem conseguir criar vida, os cientistas encontraram um pouco de material genético do próprio Zephyrus e utilizaram para iniciar os experimentos.
Não só Agni, mas todos os experimentos com Gene Alfa partiram de Zephyrus. Disposto a impedir os planos de limpeza populacional dos cientistas, o herói dos ventos enfrentou Agni e em sua batalha acabou destruindo o laboratório. Porém, Violet escapou do ataque e sumiu no mapa. Após o combate, Zephyrus descobre que Agni estava sob controle de Violet e agora que ela sumiu seu clone estava livre, assim o herói teve uma conversa com seu clone, que estava disposto a se aliar a Zephyrus para destruir as pesquisas vilanescas da doutora. Agni conta sobre uma ilha-base chamada Fortaleza, onde gene alfa são mantidos em cativeiro para experiências, e onde Violet comanda o processo de fabricação de super soldados.

Com mais pesquisa Zephyrus descobre sobre uma organização a qual Violet pertence, chamada Millenium, um grupo de mentes brilhantes com o ideal de tornar a raça humana mais forte, eliminando os indivíduos fracos no processo. Certo de que isso não era uma coisa boa, Zephyrus se junta a Agni e aos jovens gene alfa que salvou e juntos eles invadem a Fortaleza, usando seus poderes eles derrotam os guardas do laboratório e se separam, enquanto os jovens e destreinados gene alfa destruíram a estrutura da Fortaleza, Agni e Zephyrus avançavam base adentro para pôr um fim aos planos de Violet. Durante a invasão, Agni fica para trás dando a oportunidade do herói dos ventos seguir adiante.
Zephyrus continua sua missão, e durante a invasão ele liberta dezenas de prisioneiros, luta ferozmente contra supersoldados da Millenium até encontrar a causa de tudo: o material genético, chamado de pedra filosofal, usado para criar Zephyrus, o que sobrou dele estava armazenado em uma máquina e era usado para forçar poderes nos gene alfa e criar os supersoldados. O herói por sua vez destrói a máquina e no processo põe um fim ao que sobrou de sua pedra filosofal, ao destruí-la Zephyrus mais uma vez entra em contato com seu poder adormecido e em um lapso de memórias ele reencontra a divindade azul que o salvou, em segundos ele fica mais poderoso, como se seus gene alfa primitivos fossem mais uma vez acordados.
Com seus ferimentos recuperados e mais poderoso que nunca, Zephyrus persegue Violet até se encontrarem na costa da ilha. Lá a vilã se mostra parte da experiência, sendo ela mesma um supersoldado com poderes gene alfa forçados através da ciência, Violet tinha poderes telecinéticos e psíquicos e, agora que sua base foi comprometida e seus supersoldados foram derrotados, a própria vilã teria que enfrentar Zephyrus pessoalmente. Os dois se envolvem em uma batalha aérea acima da ilha e apesar do poder dos dois se equiparar, o herói dos ventos mostra que sendo o gene alfa original poderia evoluir mais rápido do que os gene alfa fabricados a partir de sua genética. Zephyrus não só derrota Violet, como também usa todo seu poder para varrer a ilha e destruir por completo todas as operações do laboratório que existia ali.

Zephyrus vai embora da Fortaleza, levando consigo aqueles gene alfa que libertou e juntos eles decidem formar uma vila para abrigar seus semelhantes, com as tensões aumentando em Megacity, não era seguro para os mutantes viver entre as pessoas. Assim surgiu a Vila Z, um local de paz para as novas gerações de gene alfa, ainda que seja apenas um pedaço de terra, o trabalho em equipe faz com que seja um lar para aqueles que foram afastados da sociedade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supers3dt.forumeiros.com
 
Zephyrus, o Senhor dos Ventos
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SUPERS! 3D&T :: Sistema :: Origem e História-
Ir para: